Franqueadora

Av. Manoel Ribas, 2.611, Mercês - Curitiba - PR               

[41] 3107 1530

Temos unidades franqueadas em todo o país.

September 2, 2019

Please reload

Posts Recentes

Correr riscos calculados na advocacia

September 13, 2018

Para muitos, as pessoas tidas como empreendedoras são destemidas e correm riscos excessivos sem pensar duas vezes. Porém, a realidade mostra que empreendedores de sucesso têm, como uma das Características de Comportamento Empreendedor, a capacidade de correr riscos de forma cuidadosamente calculada.

 

 

 

 

Aquele que avalia e calcula riscos assertivamente pratica as seguintes condutas:

 

1) Avalia alternativas e corre riscos deliberadamente.

Para saber se o plano consiste ou não de cálculos corretos é necessário ir adiante com o máximo de informações para sustentar as tomadas de decisões ou implantar ação em prática com qualidade.

Não é indicado adentrar no mercado sem avaliar as mínimas variáveis que podem acontecer. Necessário levar em consideração o investimento disponível, a concorrência, a possibilidade de firmar parcerias e até mesmo contratar uma consultoria especializada que possa auxiliar a tomada de decisões.

Chegar ao topo na advocacia depende em maior parte das ações e riscos calculados nas escolhas empresariais do que necessariamente do conhecimento técnico do advogado ou de sua equipe.

 

2) Age para reduzir os riscos ou controlar os resultados.

Uma das formas mais acertadas de se reduzir os riscos na advocacia é conhecer a fundo a carteira de clientes. Nesse aspecto, é importante entender profundamente o negócio, as oportunidades e entender as fragilidades dos mesmos.

Um advogado que trabalha para mitigar os riscos de seus clientes está agindo com foco na sustentabilidade não apenas das empresas para as quais presta assessoria, mas para a subsistência do seu próprio escritório.

O conhecimento amplo do cenário em que está inserido permitirá o desenvolvimento de um plano de ação que norteará o processo de distinguir o risco da imprudência.

Em algumas situações, as ações podem levar a prejuízos – neste ponto, é necessário se questionar se vale a pena manter a estratégia ou não.

 

3) Coloca-se em situações que implicam desafios ou riscos moderados.

Nos dias de hoje, mais arriscado do que inovar é ficar inerte frente às constantes mudanças no mundo. O mercado jurídico muda o tempo todo.

Para alcançar o futuro que almejamos, somos desafiados a romper com antiga concepção de segurança profissional da advocacia e enfrentar o presente. O presente da crise econômica, da competição cada vez mais acirrada e da evolução tecnológica.

A realidade que vemos nos mostra que o sucesso é conquistado com estratégia, ousadia e coragem. Coragem de enfrentar desafios de forma meticulosamente planejada.

Correr riscos moderados é, em resumo, ter planos alternativos para um determinado projeto, sem deixar de perseguir seus objetivos empreendedores, de forma planejada. Isso diminui as possibilidades de erros e consequentemente aumentam as chances de resultados positivos.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Procurar por tags