A CRIAÇÃO DE CONTEÚDO GARANTE A COMPETITIVIDADE DOS ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA


Criar conteúdo estratégico para escritórios de advocacia é, cada vez mais, assunto de importância estratégica como parte do processo de gestão para consolidar a Marca Jurídica junto ao mercado e na mente dos potenciais consumidores e stakeholders, garantir competitividade e fortalecer o relacionamento junto aos clientes.


O tom da comunicação no universo jurídico não pode ser mercantilista, porém, seguindo o disposto no código de ética da OAB e as permissões dispostas no Provimento 205/2021 da entidade, é possível adotar ações estratégicas de Marketing Jurídico ético criando conteúdos informativos de valor em diversos formatos que ajudem o profissional de Direito e seu escritório a contribuírem com a sociedade, entregando informações aos seus clientes e interessados, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas, sobre seus direitos e deveres e ainda, com isso, reforçar sua reputação e autoridade nas áreas que atua de forma ética e respeitosa.


Vale destacar que o conteúdo é a peça chave para a adoção de estratégias de Marketing Jurídico que, quando empregadas conjuntamente e de forma consistente, sustentarão os objetivos do escritório. É fundamental que o foco e os objetivos estejam claros para que os conteúdos encontrem propósito e sejam efetivos nos resultados.

O primeiro passo para organizar a criação de conteúdo em um escritório deve ser a compreensão de quais são os seus principais serviços ofertados, quem os consomem e quais as principais fontes de receita. A definição dos objetivos pretendidos, do público que se pretende alcançar, somados a análise das tendências de mercado, dos nichos existentes, tudo é considerado na criação do Plano de Comunicação do escritório.


Ao planejar a criação de conteúdo, parte importante do Plano de Comunicação, é fundamental pensar nos formatos, canais mais adequados para alcançar os objetivos pretendidos (redes sociais, blog do site, artigos, posts, folders, e-books, vídeos, podcasts mídias setoriais, etc), periodicidade, conteúdo visual e textual. Tudo isso leva a percepção do público acerca da Marca Jurídica, seus valores, seus atributos e diferenciais.


Todo o conjunto dessas ações demandam tempo e expertise que, muitas vezes, não cabem no dia a dia de um escritório jurídico focado na realização de suas atividades. Por isso é importante instituir um grupo de trabalho interno que possua funções estratégicas, táticas e operacionais, para lidar com essas rotinas ou contratar serviço profissional especializados, um formato que costuma ter êxito nas bancas, pois com interlocução próxima com o escritório, garante desenho e implementação de práticas alinhados em conteúdo, branding e estratégia, garantindo um melhor posicionamento de mercado e comunicando valor com o mercado.


(texto escrito pelo consultor Alexandre Cobra)















Posts Recentes
Procurar por tags