Franqueadora

Av. Manoel Ribas, 2.611, Mercês - Curitiba - PR               

[41] 3107 1530

Temos unidades franqueadas em todo o país.

September 2, 2019

Please reload

Posts Recentes

Criação de produtos jurídicos

January 30, 2018

Neste artigo, iniciaremos do pressuposto que você já tem seu escritório de advocacia e clientes ativos, é preciso inovar na criação de teses e novas formas de encantar o cliente para trazer novos negócios de clientes já fidelizados.

 

Nesta etapa,  você possui dois caminhos a seguir: usar a tese ou serviço que você já possui expertise de forma a ampliar a carteira de clientes ou estar atento à mudanças legislativas, criando produtos novos para atender seus clientes.

 

 

 

A primeira etapa para criar um novo produto é definir o público que você atenderá e quais as necessidades de seus clientes ou potenciais clientes este produto irá satisfazer.

 

A partir daí os próximos aspectos são vistos.

 

Atributos tangíveis e intangíveis

 

Os atributos de produtos jurídicos não são fáceis de enxergar, pois são  em sua natureza intangíveis, porém, é necessário agregar valor ao produto que você disponibiliza para seus clientes, mostrando seus benefícios, o diferencial de mercado desta tese e o seu conhecimento enquanto advogado na área em questão.

 

Mas além do serviço em si, o cliente precisa enxergar valor na prestação de serviço de seu advogado, para isso, ações de marketing, relacionamento e fidelização são necessárias para que o cliente possa tangibilizar o valor de sua prestação de serviço.

 

A junção desses dois aspectos, o tangível (qualidade de atendimento e relacionamento que o advogado tem com seu cliente) e o intangível (tese especifica, antecipação a uma possível mudança legislativa) isso fará do produto único e diferenciado no mercado. Vale ressaltar que a inovação também é levada em consideração, oferecer algo que é comum, não fará você um advogado diferenciado no mercado.

 

Ciclo de vida do produto jurídico

 

Podemos chamar de “ciclo de vida do produto jurídico”  a linha do tempo da produção de um produto, desde sua idealização até a implantação no mercado. É a sua história completa através de suas fases de implementação deste produto: planejamento, lançamento, maturidade e declínio.

Vejamos de forma objetiva e clara as etapas de cada ciclo do produto jurídico:

 

- Lançamento – comunicação com os clientes e informação sobre a disponibilidade do produto

- Crescimento – hora de analisar se o produto foi pertinente, se atendeu a expectativa do cliente e se foi direcionado ao público correto.

- Maturidade –  quando o produto começa a dar lucro, mediante os investimentos de pesquisa, planejamento e lançamento.

- Declínio – quando não há demanda de mercado e é necessário verificar se são necessárias mudanças ou ajustes para que o produto continue a existir.

Agora que você conhece um pouco mais sobre a criação de produtos jurídicos desafio você a analisar sua carteira de clientes, a área territorial em que atua, o perfil de seus clientes e criar um produto totalmente inovador para atender a sua clientela.

 

Tem dúvidas sobre o assunto? Nos mande um e-mail e responderemos!! Temos disponíveis oficinas de discussão sobre o assunto. Quer fazer parte? Escreva para nós no e-mail talita@radardagestao.com.br

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Procurar por tags